Edição 81 - Primavera/Verão 2018


 
Com a chegada da primavera e o aumento gradativo das temperaturas, está na hora de preparar sua piscina para a alta temporada. 
Afinal de contas, não há nada mais agradável do que aproveitar um belo dia ensolarado à beira da piscina com a família e amigos.
 
No entanto, antes de começar a abrir os guarda-sóis e tirar as boias do armário, é preciso, observar alguns cuidados com a limpeza e a saúde da água de sua piscina.
 
Elencamos abaixo os passos para garantir uma temporada de tranquilidade e muita diversão na piscina. Acompanhe.
 
1. Cuidados preliminares
 
Verifique se todos os equipamentos de sua piscina, como filtro, bomba, coadeira, aspirador, mangueira, cesto pré-filtro, escova, etc., estão em boas condições de uso. Os que não estiverem  funcionando satisfatoriamente deverão ser consertados ou substituídos.
 
2. Limpeza física
 
É preciso remover toda a sujeira visível que fica suspensa na água ou depositada nas superfícies internas. Caso a sua piscina apresente grande quantidade de detritos, folhas, entre outros, lembre-se de removê-los manualmente antes de colocar qualquer equipamento em funcionamento. Sujeiras maiores podem causar o entupimento das tubulações. 
 
3. A reabertura
 
A reabertura da piscina deve começar por duas etapas: 
 
• OXIDAÇÃO E CLARIFICAÇÃO, para eliminar materiais orgânicos que tenham se acumulado no período, e
• ESTABILIZAÇÃO DA ÁGUA ou ajuste de seu EQUILÍBRIO FÍSICO-QUÍMICO, para que ela possa sofrer desinfecção regular eficiente e não seja agressiva para banhistas e equipamentos.
 
Caso o tratamento tenha sido interrompido por longo tempo e sua reabertura requeira muitas retrolavagens do filtro, a ordem acima deve ser seguida para evitar perda de água tratada. 
 
Quando a água se encontra razoavelmente limpa e não demanda retrolavagens do filtro, pode-se inverter a ordem acima, o que permitirá liberá-la para os banhistas em tempo mais curto. 
Depois dessas providências vem a parte mais importante: a escolha do tipo de cloro mais conveniente às suas necessidades e a adoção de uma rotina de tratamento a ser seguida para que a água seja mantida sempre bonita e saudável, livre de germes que podem causar doenças ou contaminantes que possam comprometer sua qualidade. 
 
4. Oxidação e clarificação
 
A água que ficou sem tratamento por algum tempo precisa inicialmente sofrer uma oxidação de choque para eliminar os contaminantes orgânicos que se acumularam, pois caso ainda estejam presentes quando a água receber cloro para sua desinfecção, poderão inativá-lo.
 
Ao mesmo tempo, essa água precisará ser clarificada para que fique livre dos resíduos dessa oxidação e de outros materiais que lhe roubam a transparência.
A oxidação de choque deve ser feita da seguinte maneira:
• Ajuste o pH para a faixa ideal de 7,4 a  7,6;
• Adicione 400 g de SUPER TRATAMENTO SEMANAL GENCO® Oxidante Genco® para cada 40.000 litros ele água da piscina ou fração.
• Mantendo a água da piscina em filtração, distribua a quantidade necessária de SUPER TRATAMENTO SEMANAL GENCO®  diretamente, sobre a superfície da água. Não é necessário pré-dissolver. 
• SUPER TRATAMENTO SEMANAL GENCO®  não causa manchas (descoloração) em piscinas de fibra, vinil, superfícies pintadas ou trajes esportivos. A piscina pode ser utilizada 15 minutos depois, se os demais itens da reabertura tiverem sido concluídos e a água já tiver recebido dosagem desinfetante de cloro (SUPER TRATAMENTO SEMANAL GENCO® não é desinfetante).
 
A clarificação tem a finalidade de aglomerar partículas muito pequenas de sujeira para que o filtro possa retê-las, aumentando, assim, a eficiência da filtração.
 
O procedimento de clarificação é feito da seguinte forma:
• Adicione 3 a 6 ml de GENFLOC® Clarificante e Auxiliar de Filtração Genco® para cada 1 m³ (1.000 litros) diretamente à água da piscina.
• Mantenha a filtração funcionando por pelo menos 6 horas seguidas. 
• Retrolave o filtro sempre que o mesmo atingir a pressão recomendada pelo fabricante.
 
GENFLOC® Clarificante e Auxiliar de Filtração Genco® é compatível com todos os produtos GENCO®; isto permite seu uso logo após a adição de qualquer um desses produtos para fazer a clarificação ao mesmo tempo que a oxidação de choque.
No dia seguinte, a água deverá estar clara e transparente. Isso indica que é hora de aspirar os sedimentos que se assentaram no fundo e nas paredes para completar esta etapa. 
Feito isto, a piscina estará pronta para a fase seguinte do tratamento. 
 
5. Estabilização da água
(pH, alcalinidade total e dureza cálcica)
 
Como mencionado, a finalidade desta etapa é colocar a água em condições que garantam a melhor eficiência dos produtos que serão utilizados no tratamento e em equilíbrio físico-químico que impeça sua agressividade para os banhistas e equipamentos. 
 
Alcalinidade total
 
É preciso realizar a estabilização do pH ou alcalinidade total, cujo objetivo é evitar que o pH da água varie constantemente, prejudicando a eficiência da desinfecção ou provocando irritação nos banhistas e corrosão nos equipamentos. 
Analise a alcalinidade total da água com ESTOJO DE TESTES AT GENCO® e corrija-a para a faixa recomendada com pH CERTO®  Estabilizante de pH Genco®, conforme o produto que utilizará para clorar a água diariamente. 
Cada 17 gramas de pH Certo® aumenta a alcalinidade em 10ppm.
Basta adicionar a dosagem de pH CERTO®  diretamente à água da piscina com a filtração em funcionamento.
O produto é rapidamente dissolvido.
 
Dureza Cálcica
 
A dureza cálcica deve ser ajustada para a faixa de 200 ppm a 400 ppm para evitar que a água se torne corrosiva aos equipamentos ou que deposite sobre eles seu excesso de cálcio. 
Analise a dureza cálcica com ESTOJO DE TESTES DC GENCO® e utilize GENCÁLCIO® para aumentá-la, se necessário. 
Cada 15 g de GENCÁLCIO® para cada 1 m³ (1.000 litros)  aumenta a dureza cálcica em 10 ppm. Águas com dureza cálcica superiores a 400 ppm deverão ter parte de sua água substituída (por água de dureza baixa).
Adicione a dosagem necessária diretamente sobre a água, com a filtração em funcionamento.
 
O ajuste do pH
 
Após os acertos acima, será preciso ajustar se necessário o pH para a faixa de 7,4 a 7,6. Analise-o com ESTOJO DE TESTES GENCO® e utilize pH-MAIS GENCO® para aumentá-lo ou pH-MENOS GENCO® para baixá-lo. 
 
 
6. A desinfecção
 
Agora já temos as condições adequadas para iniciar o tratamento de desinfecção com um dos cloros Genco®, condição essencial para que a água possa ser mantida bonita e saudável. 
Isso será conseguido mantendo residual de cloro livre na faixa de 2 a 4 ppm na água o tempo todo. 
Existem diversas formas e diferentes produtos para fazê-lo convenientemente.
 
 
Tenha uma ótima temporada.
 

 

 

 

Saiba qual o cloro mais indicado para sua piscina.

SAIBA MAIS AQUI!


COMPARTILHE:

Copyright © 2018 GENCO® | Todos Direitos Reservados

www.genco.com.br | www.gencopet.com.br | www.aquatrat.ind.br