BLOG Pool-life | 28/5/2019


POLO AQUÁTICO
 
 
O polo aquático é um dos esportes aquáticos mais praticados. Nesse artigo você irá aprender a como jogar polo aquático, regras, fundamentos, curiosidades e história do esporte.
 
 
Regras do polo aquático
 
O polo aquático é um jogo disputado por dois times compostos por sete jogadores cada (incluindo o goleiro). O “campo” utilizado é uma piscina, como em todos os esportes aquáticos. O jogo consiste em arremessar a bola em direção à rede do time adversário, afim de marcar um gol.
 
 
Piscina
 
A piscina utilizada numa partida de polo aquático deve apresentar as dimensões de 20 metros de comprimento por 10 de largura, medidas consideradas padrão para esportes aquáticos. A profundidade varia entre e 1,8 e 2 metros. As linhas de marcação da piscina devem ser bem visíveis e demarcadas, assim como o gol deve estar corretamente fixado. Essas linhas de marcação delimitam as áreas da piscina, e são diferenciadas por três cores:
 
A marcação branca é a que delimita o meio da piscina;
A marcação amarela localiza-se a cinco metros do gol, delimitando a área do goleiro;
A marcação vermelha localiza-se a sete metros do gol. Não é permitido recepção de bola por nenhum jogador que estiver dentro dessa área, que delimita-se com a linha amarela, totalizando dois metros.
 

foto: www.regrasdosesportes.com.br

 
 
A bola
 
A bola utilizada no jogo de polo aquático deve ser a prova d´água (específica para esportes aquáticos) e apresentar circunferência entre 68 e 71 centímetros, com pelo variando entre 400 e 450 gramas.
 
 
Uniformes
 
Os jogadores de polo aquático utilizam sungas (e as jogadoras, maiô), além de tocas especificas para esportes aquáticos. Um time utiliza tocas na cor a azul e o outro utiliza as de cor branca. Os goleiros utilizam o mesmo tipo de gorro, mas na cor vermelha.
 
Os gorros são numerados nas áreas laterais, sendo que o goleiro utiliza o número 1 e os demais jogadores os números de 2 a 11. Caso percam a touca no meio do jogo, devem recoloca-la na primeira interrupção da partida. Os jogadores não devem em hipótese alguma se utilizar de óleo no corpo.
 

foto: www.regrasdosesportes.com.br

 
 
Arbitragem
 
A partida de polo aquático é acompanhada por um arbitro e dois juízes de gol.  Estes ficam posicionados na região dos gols, onde se utilizam de uma bandeira branca e outra vermelha. A branca é usada para sinalizar um arremesso frontal ao gol; já a vermelha é usada para sinalizar um córner.
 
Quando acontece um gol, as duas bandeiras são erguidas simultaneamente pelo juiz alí posicionado. Outro juiz fica posicionado em posição estratégica e ergue a bandeira vermelha para indicar uma falta pessoal de um jogador contra seu oponente.
 
 
A equipe de arbitragem também é composta por um cronometrista (cuja função é anotar os tempos de posse de bola de cada time) e um secretário, que é responsável por anotar o tempo da partida como um todo, incluindo as paradas e interrupções.
 
 
 
Os times de polo aquático
 
Cada time é composto por seis jogadores, um goleiro e mais quatro jogadores reservas. As substituições são autorizadas em casos de falta ou ocorrência de algum acidente. Entretanto, os jogadores reservas só poderão adentrar na piscina durante o intervalo do jogo ou após a ocorrência de um gol.
 
 
 
Regras do polo aquático
 
Uma partida de polo aquático é composta por quatro tempos de oito minutos cada. Entre os tempos, existe um intervalo de dois minutos para que os times troquem de lado da piscina. Caso ocorra alguma falta ou acidente, a partida pode ser paralisada pelo juiz por até três minutos.
 
Em caso de empate, o juiz concederá cinco minutos para que os jogadores possam descansar antes de iniciarem mais dois tempos de três minutos cada.
 
Pelas regras do polo aquático, caso não ocorra desempate nesses dois tempos, será iniciada a cobrança de pênaltis. A definição de qual time irá iniciar as cobranças será por sorteio. Serão cinco cobranças de pênaltis e, caso o desempate não ocorra após as cinco, serão realizadas mais cinco cobranças adicionais.
 
 
 
Início do jogo
 
Ao início da partida, os jogadores posicionam-se em suas respectivas posições na linha do gol, a um metro de distância do gol. Com o apito autorizando o início, a partida se inicia com o juiz atirando a bola para o centro da piscina.
 
Após a ocorrência de um gol, os jogadores retornam para seus respectivos lados da piscina, entretanto, em qualquer posição que desejarem e não necessariamente na linha do gol. A equipe que sofreu o gol inicia a partida com a posse de bola, com o jogador passando a bola para outro que esteja nas dependências da linha central da piscina.
 

foto: www.regrasdosesportes.com.br

 
 
Reposição de bola
 
Caso haja uma falta simultânea, o juiz arremessa a bola na piscina o mais próximo possível da posição em que ocorreu tal falta. Dessa forma, os dois times podem disputa-la de igual para igual.
 
 
Infrações
 
Durante a partida, os jogadores não podem:
 
Tocar a bola com as duas mãos (exceto o goleiro);
Golpear a bola com a mão fechada;
Segurar a bola debaixo d´água quando estiver sob marcação dos adversários.
 
 
Goleiros
 
Pelas regras do polo aquático, aos goleiros é permitido pular, segurar a bola com ambas as mãos, mergulhar até o fundo da piscina, ter a posse de bola do gol até quatro metros em direção ao centro da piscina (que delimita a área do gol). Pode também escorar-se nas traves ou nas raias da piscina.
 
 
Marcação de gols
 
É contabilizado um gol quando a bola atravessa as traves para dentro da rede, entretanto, para que o gol seja validado, deverão ser seguidas as seguintes regras:
 
A bola não poderá ter sido direcionada ao gol por meio de um soco;
Antes de entrar no gol, a bola deve ter passado pela mão de pelo menos dois jogadores após o início do jogo, evitando assim que o arremesso seja feito logo após o apito;
O arremesso em direção ao gol não deverá ser realizado de trás da linha do meio da piscina.
 
 
Pênalti
 
O pênalti é cobrado no caso de partidas que terminam em empate ou quando ocorre uma falta grave durante o jogo, dentro da área do gol. Esse tipo de falta pode ser caracterizado por jogadores que seguram, afundam ou empurram um oponente que não esteja com a bola.
 
Pelas regras do polo aquático, no momento da cobrança do pênalti todos os jogadores, com exceção o cobrador, deverão estar afastados da linha da área. O pênalti é cobrado da linha amarela, que localiza-se a cinco metros de distância do gol.
 

foto: www.regrasdosesportes.com.br

 
 
História o polo aquático
 
A origem do polo aquático remonta do século XIX, tendo sido idealizado no reino unido. No início do esporte, os jogadores ficavam montados em barris e tentavam acertar a bola com uma espécie de martelo de cabo longo.
 
Devido à “montaria” e ao martelo de cabo longo, o jogo foi comparado com o polo equestre, daí que veio o nome “polo aquático”, apesar de não mais utilizarem os barris nem os martelos.
 
 
Curiosidades – Esportes aquáticos
 
Assim como na natação e outros esportes aquáticos, os campeonatos de polo aquático são organizados pela FINA (Federação Internacional de Natação). No Brasil, é gerido pela CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos).
 
 
 
 

COMPARTILHE:

Copyright © 2018 GENCO® | Todos Direitos Reservados

www.genco.com.br | www.gencopet.com.br | www.aquatrat.ind.br