BLOG Pool-life | 7/3/2019


Piscina é perigosa em tempestades?
Confira dicas dos bombeiros para evitar acidentes com raios
 
 
 
Locais fechados e até mesmo veículos automotores são abrigos seguros contra raios
 
 
Com as chuvas que marcam o fim do verão, o número de raios tem aumentando em São Paulo. Nesta quarta-feira (6) três pessoas morreram após um raio atingir um casa e causar um incêndio na cidade de Arujá, na região metropolitana.
 
Pensando em prevenir acidentes, que podem também causar graves lesões às vítimas, o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo elencou algumas dicas. Embora incomum, o número de pessoas atingidas por raios é grande, segundo a corporação.
 
Em temporais com raios, os bombeiros sugerem que a população tente se abrigar em ambientes fechados (em casa ou instalação subterrânea, como o metrô). Os veículos automotores também são refúgios, desde que não se encoste em partes metálicas.
 
Também é importante evitar lugares abertos, como estacionamentos, praias e campos de futebol – áreas que mais recorrentemente são atingidas por raios. Da mesma forma, é preciso deixar áreas com água (rios, lagos, praias ou piscinas).
 
Se não houver nenhum abrigo próximo, o Corpo de Bombeiros recomenda que a pessoa fique agachada, com os pés juntos, até a tempestade passar. Entretanto, não se deve deitar no chão nem ficar perto de objetos altos (como árvores ou postes).
 
Outra dica é manter distância de objetos metálicos grandes e que estejam expostos, como tratores, escadas e cercas de arame. Raios podem causar incêndios e romper fios elétricos, além de derrubar árvores. Em caso de acidente, a vítima deve ligar para o telefone 193.
 
 
 
Veja também:
 
 
 

 

 

 


COMPARTILHE:

Copyright © 2018 GENCO® | Todos Direitos Reservados

www.genco.com.br | www.gencopet.com.br | www.aquatrat.ind.br