Revista Pool-life | Edição 70


De um lado, os avanços da medicina, de outro, a preocupação crescente da população em ter hábitos mais saudáveis. O resultado? As pessoas estão vivendo mais tempo e a proporção de idosos está crescendo muito rapidamente. A tendência mundial foi apontada pelo professor Vicente Furlaneto e também preocupa a Organização Mundial de Saúde (OMS). Não pelo cenário em si, mas pelos problemas que podem surgir devido à escassez de força de trabalho e gastos com problemas de saúde no futuro. 
 
Segundo estimativas da OMS, em 2025, o Brasil terá mais que o dobro da população idosa que tinha em 2002. Serão 33,4% dos brasileiros com mais de 60 anos e necessidades específicas. Em nível mundial, a expectativa é que a população idosa alcance 1,2 bilhão de pessoas em 2025 e 2 bilhões em 2050. A entidade recomenda que os governos adotem desde já programas que incentivem as pessoas a continuar trabalhando quando envelhecerem. Assim, além de garantir o equilíbrio financeiro, proporciona-se melhor qualidade de vida e inclusão social aos idosos. Outra aposta da OMS é estimular práticas preventivas para garantir a saúde das pessoas dessa faixa etária. A prática de esportes é uma boa alternativa.

COMPARTILHE:

Copyright © 2018 GENCO® | Todos Direitos Reservados

www.genco.com.br | www.gencopet.com.br | www.aquatrat.ind.br